Artista Realista

Marci Oleszkiewicz 1979 ~ pintor impressionista

Pin
Send
Share
Send
Send




A pintora americana Marci Oleszkiewicz-Taylor estuda arte e pintura há algum tempo, não foi até 2007, quando as coisas começaram a avançar e ela começou a ver o que o futuro poderia ter para ela como artista. Ao entrar em várias competições de arte, Marci não só foi aceito em duas das principais mostras, a mostra nacional do The Oil Painters of America e da American National Society, como também recebeu prêmios substanciais de ambos. Ela recebeu um prêmio de excelência da OPA e o prêmio de melhor show do AIS. Não muito tempo depois, ela foi incluída na 21 de 31 anos da Southwest Art Magazine e teve seu primeiro show de dois homens na Gallery Russia em Scottsdale, AZ.
"Receber tantas honrarias incríveis, uma após a outra, realmente me encorajou e me levou a me tornar um pintor em tempo integral"Desde então, Marci continuou a pintar em tempo integral, concentrando-se em seu programa anual que acontece todo mês de março na Gallery Russia em Scottsdale, AZ".Sou sempre tão encorajado a ouvir a resposta dos meus colecionadores todos os anos, como eles se conectam e ficam tão tocados pelo que eu pinto. É meu objetivo como artista fazer exatamente isso, criar obras que ressoam com os corações dos outros, falar clara e profundamente com o ser mais íntimo. Capturar momentos da vida em tela que transmitem beleza, alegria, amor e verdade. Eu ouvi dizer que se você pintar do seu coração você vai falar com os corações dos seus espectadores, e esse é o meu desejo".
Marci Oleszkiewicz-Taylor nasceu e cresceu na cidade de Chicago em uma família de quatro pessoas. Sua mãe estudou em casa todas as quatro crianças onde os presentes de cada criança eram nutridos e encorajados. O pai de Marci era um carpinteiro e não houve um momento em sua infância que ele não estivesse reformando ou trabalhando em algum projeto para sua casa. Olhando para trás, Marci atribui muito de sua criatividade para ver seu pai sempre trabalhando em algo, criando algo do nada. "Meu pai diria: 'Veja Marci, se você trabalha algo pouco a pouco, verá sua ideia acontecer ”. Vendo a ética de trabalho de meu pai e aprendendo com minha mãe o valor da autodisciplina como um estudante em casa, acredito que me deu algumas das ferramentas fundamentais que eu precisaria mais tarde na vida para ter sucesso como artista".






















































Pin
Send
Share
Send
Send