Artista vietnamita

Pablo Neruda / Duy Huynh | Ode ao Dia Feliz / Ode al giorno felice

Deixe-me ser feliz, nada aconteceu a ninguém. Eu não sou especial, sou apenas feliz através das quatro câmaras do meu coração, estou passeando, dormindo ou escrevendo. O que eu posso fazer? Eu estou feliz. Eu sou mais incontável do que a campina Eu toco a pele de uma árvore enrugada, e a água abaixo, e as aves acima, e o mar, como um anel em volta da minha cintura.

Leia Mais